sábado, 5 de setembro de 2015

Heart Break


“A ironia da dor é que você quer ser consolado por quem te machucou” – Selena Gomez
Muita das vezes essa frase se encaixa em nosso cotidiano. Por dentro de nós a dor se parece um abismo, um sentimento incapaz de ser descrito. Nós queremos o nosso cobertor e uma longa noite repleta de lágrimas, queremos colocar tudo para fora, quando a dor de perdemos aquilo que demoramos para conquistar é mais forte do que podemos aguentar acabamos procurando outra saída, procuramos uma dor maior para descontar a raiva e tristeza. Procuramos nos esconder numa “mascara de falso sentimento”, uma mascara que colocamos quando estamos na frente de outras pessoas, principalmente na frente de quem nos machucou, queremos jogar na cara que estamos bem e não precisamos mais dele. Por fora é assim, essa “mascara de falso sentimento” nos domina, nem parecemos a mesma pessoa de todas as noites quando estamos sozinhas ouvindo aquela música especial que nos lembra daqueles momentos, nos derramando em lagrimas e pensando no que fizemos de errado ou o que poderíamos ter feito de diferente, mas no final pensa que todos os momentos bons devem ser sim valorizados, mesmo que não possam mais se repetir. Dizemos que esquecemos tudo, mas na verdade nós somente trancamos a 7 chaves esses momentos, pensamentos e sentimentos lá no fundo. Mas todos sabem, mesmo que não queira afirmar, que no final a única solução que queremos realmente encontrar é nos reconfortar nos braços daquele que mais nos machucou. Não podemos nos prender em algo do passado, por mais que tenha sido bom, e deixar que isso estrague os momentos especiais do agora, será que o ontem foi grande o suficiente que não poderemos e nem devemos viver o amanhã?

Nenhum comentário:

Postar um comentário